Notícias

Filha acusa pai por morte de ciclista nas Nações Unidas, em Osasco

A polícia identificou nesta quinta-feira Mário Prestes Neto, 61 anos, como sendo o homem acusado de matar um ciclista no fim da tarde de quarta-feira, após atropelar e arrastar a vítima por cerca de dois quilômetros e meio entre Osasco e São Paulo.

De acordo com o jornal Metro, até a noite desta quinta, o suspeito – que teria entrado em contato com a polícia dizendo que se entregaria – ainda era procurado. Se preso, responderá por homicídio doloso, quando há intenção de matar.

Neto, que fugiu sem prestar socorro, foi denunciado pela própria filha, proprietária do Renault Clio preto envolvido no acidente, e que foi abandonado e localizado em Itapevi, também na região metropolitana da capital.