Notícias

Em Osasco, morte de cachorro no supermercado Carrefour gera onda de protestos

Na última quarta-feira (28), um segurança do Carrefour de Osasco teria espancado um cachorro que circulava pelo mercado.

A denúncia feita nas redes sociais mostra imagens do animal com as patas traseiras feridas e marcas de sangue no chão da loja.

Alguns ativistas também acusam o segurança de envenenar o cachorro que chegou a ser socorrido pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), mas não resistiu aos ferimentos.

Prefeitura e Polícia Civil acompanham o caso. Um laudo deve determinar a causa da morte do animal.

Em nota, o Carrefour afirmou que está trabalhando com as autoridades. Leia abaixo na íntegra o último texto encaminhado pela assessoria de imprensa.

“Nossa apuração preliminar apontou que o cachorro estava circulando pelo estacionamento havia alguns dias. O Centro de Zoonoses de Osasco foi acionado por diversas vezes, mas não recolheu o animal. No dia do incidente, clientes se queixaram sobre a presença do cachorro, e, novamente, o órgão foi acionado.

Um funcionário de empresa terceirizada tentou afastá-lo da entrada da loja e imagens mostram que esta abordagem pode ter ocasionado um ferimento na pata do animal. O Centro de Zoonoses de Osasco foi acionado novamente e compareceu ao local para recolhê-lo. No entanto, no momento da abordagem dos profissionais do órgão para imobilização, o cachorro desfaleceu em razão do uso de um ‘enforcador’, tipo de equipamento de contenção.

A delegacia especializada de Osasco (D.I.I.C.M.A.) abriu inquérito e está investigando o caso. Estamos colaborando com as autoridades, disponibilizamos todas as informações e imagens para que o fato seja solucionado.”